11 de nov de 2009

sentimento infinito'

Ela acordou. Olhos entreabertos, bocejando ainda, mas podia sentir que aquele era um dia diferente. Subitamente veio a sua memória aquela data, sim, o dia que mudara sua vida. Ali parada recordou cada instante daquele momento, cada detalhe podia ser relembrado como a mais fiel reprodução. Era como se ela vivesse cada sentimento novamente, hoje, ainda com maior alegria do que outrora. Pode ela depois de dois anos reconhecer que aquela fora a melhor escolha da sua vida. A escolha que mudou sua vida. Olhando pra si própria foi capaz de contemplar tudo que era, e o que se tornou, e desejar com toda intensidade o futuro preparado para ela. Embora não pudesse nem sequer imaginar, em seus pensamentos mais intangíveis, o que a aguarda. Naquele momento de tamanha felicidade não conseguia ao menos saber o que dizer, as palavras eram poucas, nenhuma expressão era suficiente. Quisera ela descrever a intensidade do que sentira. Simplesmente sorriu, olhos brilhando, coração ardendo, ela exalava amor:
- Obrigado por me dar a vida. A vida abundante. Eterna.

[Eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância.
João 10.10b]



Nenhum comentário: